instagram arrow-down

Sobre nós

O Liberidade surgiu com a missão de trazer luz ao cotidiano dos idosos e escrever novos capítulos de velhas histórias. Afinal, se tudo correr bem, todos vamos envelhecer. E nada melhor do que saber aproveitar a liberdade que a maturidade proporciona.

Categorias

Posts recentes

Comentários recentes

Arquivo

Meta

Sensores em semáforos dão mais tempo de travessia a idosos de Curitiba

Aparelho já foi instalado em 39 cruzamentos da capital do Paraná e também poderá ajudar pessoas com deficiência a atravessarem as ruas

Um novo sistema instalado em 39 cruzamentos de Curitiba, no Paraná, vem ajudando idosos e pessoas com deficiência a atravessar as ruas. A partir de um sensor, que identifica o cartão de transporte que dá isenção da passagem de ônibus para esse grupo, o intervalo de travessia de pedestres nos semáforos fica maior.

+ Pedestres idosos são os que mais correm risco em São Paulo

 (Foto: Marcos Santos/USP Imagens)

Segundo reportagem do jornal Folha de S. Paulo, os sensores foi colocados próximos a hospitais ou a lugares com maior circulação de idosos. O aparelho foi criado por meio de uma parceria da prefeitura da cidade e a empresa de tecnologia Dataprom.

O gerente de planejamento da Secretaria de Trânsito de Curitiba informou ao jornal que um levantamento realizado com cerca de 500 pessoas descobriu que a velocidade de um idoso para atravessar a rua é cerca de 30% menor que a de outras pessoas.

+ Idosos representam 16,4% das vítimas fatais no trânsito de SP, diz Detran

Entre 2015 e o fim do ano passado, 150 semáforos receberam os sensores. O custo médio de cada aparelho é de R$ 2,9 mil, mas, apesar de não ser tão barato, poderá ajudar mais de 160 mil pessoas que possuem os cartões de idosos ou pessoas com deficiência na capital paranaense.

  • Cadastre-se e receba nossas novidades!