instagram arrow-down

Sobre nós

O Liberidade surgiu com a missão de trazer luz ao cotidiano dos idosos e escrever novos capítulos de velhas histórias. Afinal, se tudo correr bem, todos vamos envelhecer. E nada melhor do que saber aproveitar a liberdade que a maturidade proporciona.

Categorias

Posts recentes

Comentários recentes

Arquivo

Meta

“Tenho cabelos brancos, e daí?”: página no Facebook faz sucesso com histórias reais

Elaine Máximo foi surpreendida por pergunta de amiga durante uma festa e decidiu assumir os brancos de vez após criar página em rede social

Elaine Azalini Máximo foi a uma festa em 2011 e a primeira coisa que escutou de uma amiga foi: quando vai pintar os cabelos? A operadora de monitoramento é a caçula de sete irmãs que sempre pintaram os fios, mas os brancos nunca foram um problema para Elaine.

Leia mais: Dê adeus para a tinta: saiba como assumir os cabelos brancos

Após a recepção na festa, ela decidiu criar uma página no Facebook sobre o tema. Foi assim que surgiu a “Tenho cabelos brancos, e daí?”, que já reúne mais de 4,2 mil seguidores. Hoje, aos 52 anos, Elaine já não usa mais os shampoos tonalizantes e também deixou a henna de lado, tornando-se inspiração para muita gente.

“No começo, não pensei que poderia juntar tantas pessoas para curtir a página, mas com o tempo fui descobrindo que tinha muita gente se inspirando e dando dicas ótimas que muitas vezes não se encontra em sites de beleza”, afirmou em entrevista ao Liberidade. “Talvez eu tenha criado a página como desabafo, mas acabou se tornando algo para evidenciar o que muitas mulheres tinham vontade e não encontravam seus pares para se espelhar.”

Leia mais: Modelo se destaca após assumir cabelos grisalhos

“Quando alguém diz que tem vontade, mas não coragem, digo para dar uma olhada nas fotos da minha página e ver a alegria e a sensação de liberdade no rosto de cada uma dessas mulheres e homens.” – vou colocar em destaque

Elaine disse que muito homens também curtem a página, mas, diferente das mulheres, são mais resistentes em mandar fotos. “Eles ficam meio acanhados com tantas mulheres.”

Além de ter se tornando um exemplo para muitas pessoas, a própria Elaine acabou criando uma relação melhor com o cabelo após encontrar pessoas que pensam como ela. “Até consegui que uma das minhas irmãs e uma amiga deixassem de pintar”, contou feliz.

Leia mais: Brasileira faz sucesso no YouTube após raspar o cabelo para assumir os brancos

Na página “Tenho cabelos brancos, e daí?” é possível encontrar relatos de pessoas que já passaram pela transição capilar, dúvidas e respostas e até dicas para quem é novo no assunto.

Cadastre-se e receba nossas novidades!

Obrigado por se inscrever.