instagram arrow-down

Sobre nós

O Liberidade surgiu com a missão de trazer luz ao cotidiano dos idosos e escrever novos capítulos de velhas histórias. Afinal, se tudo correr bem, todos vamos envelhecer. E nada melhor do que saber aproveitar a liberdade que a maturidade proporciona.

Categorias

Posts recentes

Comentários recentes

Arquivo

Meta

Uma a cada quatro pessoas não está satisfeita com a própria vida

Segundo pesquisadores da Universidade de Londres, no Reino Unido, mortalidade está estritamente ligada à qualidade de vida de cada pessoa

Não basta viver muitos anos, é preciso viver com qualidade e saber aproveitá-la, mas é exatamente isso que muitas pessoas não estão conseguindo fazer. De acordo com estudo feito na Universidade de Londres, no Reino Unido, uma em cada quatro pessoas não está vivendo bem.

Leia mais: Calendário traz 365 definições de felicidade na terceira idade

Pesquisadores concluíram que os resultados demonstram uma associação real entre a mortalidade e os níveis de bem-estar (Foto: Pixabay)

Foram avaliadas as afirmações “Eu gosto das coisas que faço”, “Eu gosto de estar na companhia de outras pessoas”, “Meu passado me traz felicidade” e “Me sinto cheio de energia esses dias”. Cerca de 24% dos entrevistados não concordaram com as afirmações e se demonstraram insatisfeitos com a própria vida.

Mulheres, pessoas casadas, empregadas e com formação intelectual elevada, além dos mais ricos e mais jovens se mostraram mais felizes.

Até o final da avaliação, que ocorreu entre 2002 e 2013, 1.310 pessoas morreram. A taxa de mortalidade mais alta foi verificada entre aqueles que se disseram menos felizes e satisfeitos. As mortes diminuíram progressivamente conforme aumentava a felicidade dos entrevistados.

Leia mais: Fonoaudiólogo também pode ajudar no envelhecimento ativo

A pesquisa foi publicada na revista “BMJ”, e mais de 9,3 mil pessoas com média de 63 anos foram ouvidas. As entrevistas foram feitas entre 2002 e 2006. Os pesquisadores concluíram que os resultados demonstram uma associação real entre a mortalidade e os níveis de bem-estar.

  • Cadastre-se e receba nossas novidades!