instagram arrow-down

Sobre nós

O Liberidade surgiu com a missão de trazer luz ao cotidiano dos idosos e escrever novos capítulos de velhas histórias. Afinal, se tudo correr bem, todos vamos envelhecer. E nada melhor do que saber aproveitar a liberdade que a maturidade proporciona.

Categorias

Posts recentes

Comentários recentes

Arquivo

Meta

Idosos representam 16,4% das vítimas fatais no trânsito de SP, diz Detran

Das 7303 mortes registradas em 2014, 1198 foram de pessoas com mais de 60 anos, sendo o atropelamento a principal causa de óbito

O Observatório Paulista de Trânsito (OPT), do Detran, divulgou que os idosos representam 16,4% (1198 óbitos) das 7303 vítimas fatais em acidentes de trânsito em São Paulo, de acordo com dados de 2014. As pessoas com mais de 60 anos também representam 7,4% das 2655 que foram internadas após uma ocorrência nas estradas e ruas em 2015.

Leia mais: Crescimento no número de idosos mortos por atropelamento faz Porto Alegre criar curso de educação no trânsito

Dos internados por acidentes de trânsito, 43,2% são pedestres vítimas de atropelamentos (Foto: Marcos Santos/USP Imagens)

Dos internados por acidentes de trânsito, 43,2% são pedestres vítimas de atropelamentos (Foto: Marcos Santos/USP Imagens)

A terceira idade representa uma taxa de 21,8 mortes em acidentes de trânsito a cada 100 mil habitantes no estado de São Paulo, a maior entre todas as faixas etárias. O índice também está acima da média no estado (17,1). Já a taxa de internações é de 48,4 a cada 100 mil habitantes.

A principal causa dos óbitos de idosos no trânsito paulista são os atropelamentos (49,2%), seguido pelos acidentes como ocupante de veículo (19,9%) e ciclista (4,6%). Dos internados por acidentes de trânsito, 43,2% são pedestres vítimas de atropelamentos, motociclistas (19,2%) e ocupantes do automóvel (12,8%) na sequência.

De acordo com o Detran, 1.386.332 pessoas com mais de 65 anos estão habilitadas no estado de São Paulo de um total de 22.792.213 condutores. Os idosos devem renovar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) a cada três anos ou em período menor, de acordo com a avaliação médica, enquanto os cidadãos de 18 a 64 anos renovam o documento de cinco em cinco anos.

 

  • Cadastre-se e receba nossas novidades!