instagram arrow-down

Sobre nós

O Liberidade surgiu com a missão de trazer luz ao cotidiano dos idosos e escrever novos capítulos de velhas histórias. Afinal, se tudo correr bem, todos vamos envelhecer. E nada melhor do que saber aproveitar a liberdade que a maturidade proporciona.

Categorias

Posts recentes

Comentários recentes

Arquivo

Meta

Para cada oito horas sentados, especialistas indicam uma hora de exercícios físicos

Pessoas que ficavam mais tempo em repouso e praticavam pouca ou nenhuma atividade tinham 9,9% mais chance de morrer em até 18 anos

Estudo realizado na Universidade de Cambridge, na Inglaterra, indica que é necessário ao menos uma hora de exercícios físicos para evitar os efeitos negativos de ficar sentado durante oito horas. A conclusão foi publicada na revista médica “The Lancet” na última quinta-feira (28).

Leia mais: Exercícios físicos podem ajudar na prevenção do Alzheimer

Foram analisados dados de pessoas com mais de 45 anos dos Estados Unidos, Europa Ocidental e Austrália. Aqueles com um estilo de vida sedentário e que realizavam pouco ou nenhum exercício físico apresentaram maior risco de morte.

Foto:  Kzenon/ Shutterstock

Não precisa ser uma hora na academia, dizem os especialistas, basta reservar um período para se movimentar (Foto: Kzenon/ Shutterstock)

O grupo que passava oito horas ou mais sentado ao longo do dia e realizava nenhuma ou pouca atividade física tinha 9,9% de chance de morrer em até 18 anos. Já aqueles que passavam metade deste tempo em repouso e praticavam exercícios por pelo menos uma hora ao dia tinham o risco reduzido em até 6,8%.

Leia mais: Vôlei adaptado é opção para adiar aposentadoria das quadras

Os especialistas de Cambridge qualificaram os 150 minutos de exercício por semana, indicado pela OMS (Organização Mundial da Saúde), como insuficientes. Porém, segundo o autor do estudo, o professor Ulf Ekelund, apenas reservar uma hora para andar no período da manhã ou depois do jantar, por exemplo, já serviria para melhorar a saúde.

Idosos são os mais sedentários no Brasil

Estudos do Ministério da Saúde apontam que o brasileiro está se exercitando mais. O percentual de pessoas que praticam pelo menos 150 minutos de atividade física por semana teve um aumento de 18% nos últimos seis anos, passando de 29,9%, em 2009, para 35,3%, em 2015. Porém, os idosos são os mais inativos.

O sedentarismo está relacionado ao desenvolvimento de doenças como câncer, hipertensão, diabetes, obesidade e até mesmo o Alzheimer. Segundo a OMS, 3,2 milhões de mortes todo ano são causadas pela falta de exercícios físicos.

  • Cadastre-se e receba nossas novidades!